Em Paulista, dentistas recebem capacitação para preenchimento de prontuários

Paulista Em Foco | 04:47 | 0 comentários

Com o objetivo de reforçar a importância do correto preenchimento dos prontuários médicos, a Secretaria de Saúde promoveu uma palestra para os dentistas, na manhã desta quinta-feira (23.03), no auditório da Faculdade Joaquim Nabuco, no Centro do Paulista. O professor Igor Morais, especialista em Odontologia Legal e chefe de Fiscalização do Conselho Regional de Odontologia em Pernambuco (CRO-PE), em sua palestra, explicou para os dentistas as principais implicações nos casos em que os profissionais deixam de prestar informações importantes, que poderão o respaldar em caso de processos jurídicos.
“A temática que abordamos, tenta diminuir os riscos jurídicos que permeiam a odontologia”, declarou Igor. Segundo ele, é preciso sempre reforçar o tema, pois existem alguns casos de falhas que comprometem a defesa do profissional dentro de um processo judicial. Além disso, ele destaca que além do correto preenchimento com essas informações, é necessário que seja dada anuência e assinatura em consentimento por parte do paciente acerca dos procedimentos.
No mês passado, as unidades de Saúde do município receberam a visita dos técnicos do CRO, e o resultado foi bastante satisfatório, com os consultórios quase todos organizados e qualificados, segundo a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart. No entanto, a partir daí surgiram algumas demandas sobre o prontuário, a exemplo do direito do paciente que perde o prontuário, se o dentista pode ser responsabilizado caso o paciente entenda que ocorreu um erro no procedimento, e como o profissional pode se respaldar.
“A ideia é que a gente capacite os profissionais em relação à importância do prontuário, e principalmente em relação aos processos éticos. Então, muitas vezes o profissional não está num dia legal, e de alguma maneira não aborda o paciente de uma forma que a gente entende que é correta, e ele também pode receber um processo. Então, o profissional precisa atender o paciente com qualidade, e claro, se respaldar com os documentos que precisa ter dentro de seu consultório, para que não sofra nenhum tipo de penalidade legal”, explicou Bernart.

Categoria:

0 comentários