Paulista ocupa o 4º lugar no número de estupros e assassinatos em PE

Paulista Em Foco | 16:26 | 0 comentários

De acordo com dados da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, de janeiro a agosto deste ano, Paulista registrou 64 estupros, ou seja, oito estupros por mês. Os números colocam o município em 4º lugar no ranking estadual desse tipo de crime, perdendo apenas para o Recife (231), Olinda (97) e Jaboatão dos Guararapes (88). E o pior é que esses números não representam a realidade, visto que, muitas mulheres, por diversos fatores, não registram esses casos ou procuram os órgãos policiais alguns dias depois do crime, o que dificulta a precisão estatística desse tipo de violência.
Outros dados alarmantes são os dos Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI, que engloba homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. Nesses oito meses de 2017, Paulista já registrou 152 homicídios, um aumento de mais de 23% se comparado com todo o ano de 2016, onde foram registrados 123 CVLI. Neste tipo de crime, o município também está em 4º lugar no ranking pernambucano, perdendo apenas para o Recife (532), Jaboatão dos Guararapes (283) e Caruaru (193).
No caso de extorsão mediante sequestro e roubo com restrição da liberdade da vítima, os chamados Crimes Violentos contra o Patrimônio – CVP, Paulista registrou 3.606 casos e no ranking está em 5º lugar no Estado. Quem lidera essa estatística é o Recife (29.182), seguido de Jaboatão dos Guararapes (6.515), Caruaru (6.043) e Olinda (5.973).
Mas a violência não está apenas nas ruas, ela tem tomado o ambiente familiar. A violência doméstica e familiar contra a mulher aumentou em mais de 33% de julho, que registrou 80 casos, para agosto, com 107 casos. Nesses oito meses de 2017, já são 817 casos, o que coloca o município também em 5º lugar no pódio da violência. O primeiro lugar é do Recife (6.065), seguido de Caruaru (1.305), Jaboatão dos Guararapes (1.249) e Olinda (1.175).
Os números da violência por cada bairro do município não são disponibilizados pelo Governo.

Os números da violência referentes ao mês de setembro só serão conhecidos no dia 15 de outubro, quando a SDS divulga as estatísticas. 

Categoria:

0 comentários