Saúde do Paulista alerta para as doenças causadas por pombos

Paulista Em Foco | 11:25 | 0 comentários

Você sabia que os pombos são aves que causam várias doenças ao ser humano? Mesmo considerado um animal doméstico, que inclusive é protegido pela Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1.998, não é recomendado que as pessoas os alimentem, nem lhes dê abrigo, devido ao risco de se contaminar em contato com eles.
 As principais doenças causadas por meio dos fungos presentes nas fezes do pombo são: criptococose; histoplasmose, e salmonelose. Além destas, os pombos são capazes ainda de transportar microorganismos em suas penas, ocasionando dermatites nos seres humanos, provocando coceiras, infecções que se transformam em alergias que afetam o sistema respiratório.
 Devido a esse risco, vários cuidados devem ser tomados para evitar de atrair esses animais nas residências. De acordo com a superintendência de Vigilância em Saúde do Paulista, Fabio Diogo, o ideal é evitar que alimentos fiquem expostos, e que os lixos das residências sejam descartados da maneira correta, sempre colocados para fora somente no dia e horário em que passa o carro da coleta.
 A preocupação relacionada ao lixo se dá por conta de que os pombos gostam de locais onde encontram restos de alimentos como sementes e grãos, além de insetos e minhocas. Caso haja pontos de acúmulo de lixo pelas áreas urbanas, estes se tornam um grande atrativo para essas aves.
 Outro ponto a ser observado é o cuidado quando for alimentar os animais domésticos, para que a comida não atraia os pássaros. “Se for colocar ração para os animais como cachorros ou gatos, colocar no horário certo e assim que o animal se alimentar é preciso recolher o pote. Não deixar água de fácil acesso e sempre evitar que o pombo se instale. E se caso já tiver instalado, fazer barreiras físicas, como telas, fios de aço, para evitar que ele tenha um ambiente propício para fazer seu ninho e ter um abrigo”, alertou o superintendente de Vigilância em Saúde do Paulista, Fábio Diogo.
Ainda de acordo com Fábio, quando os pombos não encontram abrigo, nem alimentos, eles procuram por outro local. “Num ambiente natural ele controla algumas pragas, só que no meio urbano ele transmite muitas doenças e a gente precisa ter esse cuidado”, concluiu.
Características das doenças provocadas pelo contato com os pombos

Criptococose

Causada pela inalação de fungos existente nas fezes, ela ataca o pulmão e pode chegar também ao sistema nervoso central, ocasionando sintomas como dor de cabeça, sonolência e febre. Em alguns casos, pode causar até meningite. A cada 10 pessoas infectadas, três morrem pela doença.

Histoplasmose

Esta também transmitida pelos fungos das fezes dos pombos. Ela origina uma micose muito profunda que chega a afetar os órgãos internos do ser humano.
Salmonelose
Esta doença apresenta os sintomas de uma intoxicação alimentar, principalmente de carne contaminada. Ela causa diarreia e outras dores abdominais.


Categoria:

0 comentários