Carnaval do Paulista registra balanço positivo em 2018

Paulista Em Foco | 15:42 | 0 comentários


O Carnaval de 2018 do Paulista pode comemorar a realização de uma festa com muitos saldos positivos neste ano, sobretudo na atenção da gestão com a garantia de serviços essenciais ao folião, como segurança, saúde, infraestrutura, que proporcionaram um clima de tranquilidade para a atração de milhares de pessoas para a folia de momo no Paulista. 
De acordo com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, cerca de 50 mil pessoas estiveram presentes nas 120 agremiações que desfilaram na cidade. Além dessas, outros 21 blocos de maior porte, a exemplo do Cavalo Branco, de Maranguape II, e o Bacalhau na Vara, de Paratibe, que arrastaram mais de 200 mil pessoas.
Para garantir tranquilidade de quem pulou o carnaval no Paulista, a Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil do município montou, junto com a Polícia Militar, um esquema de segurança envolvendo o efetivo da Guarda Municipal e da PM, por meio do Centro Integrado de Segurança (CIS). 
A estratégia contou ainda com a estrutura da Central de Vídeo Monitoramento, que conta com 16 câmeras de vídeo em pontos estratégicos na cidade, apoiados pelo COPOM 17º BPM, na Central Móvel de Comando e Controle, em Maranguape II, além da Base Móvel com Vídeo Monitoramento do Programa “Crack, é Possível Vencer”, que acompanhou a maioria dos blocos, monitorando os pontos de folia, que foi o diferencial neste ano de 2018.
Pensando na prevenção e no cuidado com a saúde dos foliões, a Secretaria Municipal de Saúde prestou apoio aos blocos carnavalescos, com ambulâncias de suporte de atendimento às emergências; suporte SAMU; atendimento às urgências na Prontoclínica Torres Galvão; distribuição de preservativos com orientação à população; além de outros serviços à população. 
No dia do desfile do Bacalhau na Vara, a população contou com os serviços do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). A unidade móvel ofereceu serviços como o "Fique Sabendo", com testagem e aconselhamento na prevenção e controle das Hepatites, HIV e sífilis; e equipes de Vigilância Sanitária monitorando e orientando o comércio de bebidas e alimentos.
O trânsito também contou com um esquema especial para os dias da folia. Para isso, a Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais também atuou. Ao todo, 72 profissionais trabalharam à disposição da população, por meio de 60 agentes de trânsito e 12 educadores. Além disso, o órgão disponibilizou ainda um meio para que a população pudesse relatar ocorrências de acidentes de trânsito, por meio do Plantão de Acidentes.
A questão da limpeza da cidade também é uma das prioridades do município, e durante o período carnavalesco, a Secretaria de Serviços Públicos atuou normalmente para manter esse trabalho nas ruas e no recolhimento do lixo residencial. Segundo o órgão, seis caminhões caçamba, duas máquinas e 30 homens atuaram durante o período, resultando na coleta de quase 390 toneladas de lixo nos quatro dias de folia.

Categoria:

0 comentários